Mercado Concentrado

27/05/2016

Mercado Concentrado Mercado Concentrado


O presidente da Gente Seguradora, Sérgio Suslik Wais, opina que um problema existente no mercado, que atinge as seguradoras não pertencentes a algum grupo, é o descumprimento da livre iniciativa e livre concorrência – garantidas pela Constituição – comportamento que estimula a concentração do mercado.

“O que acontece hoje é que existe livre iniciativa somente para os grandes grupos, que através de uma política de conquista do Estado fazem com que a economia como um todo e os princípios constitucionais sejam desrespeitados”.

Ele opina também que há uma política de fortalecimento dos grandes grupos que representam as entidades do mercado, contrária aos princípios constitucionais.

Na visão de Wais, o Governo não cumpre   devidamente as funções de fomentar, regular e fiscalizar a economia, tampouco colabora para o desenvolvimento do mercado segurador. transfer news

Diante desses percalços, para manter a sustentabilidade nos negócios é preciso contar com uma política verdadeiramente seguradora, com altos níveis de reservas. “A Gente Seguradora tem um nível excedente de reservas muito alto. Isso nos permite sobreviver a esses processos”. Aliado a essa também que a constantemente em ações inovadoras.

 

"O que acontece hoje é que existe livre iniciativa somente para os grandes grupos, que através de uma política de conquista do Estado fazem com que a economia como um todo e os princípios constitucionais sejam desrespeitados."

Sérgio Wais,
 presidente da Gente Seguradora

Fonte: Revista Cobertura - Junho de 2014



 

Compartilhe este artigo

Clique em um botão para compartilhar na sua linha do tempo:





  google+   linkedin


  whatsapp

© Depende de Nós, vamos exigir o cumprimento da constituição.

GI